Contar a história da Penedo de forma resumida é um desafio enorme, pois ela carrega uma grande bagagem de sentimentos e, principalmente, de profunda gratidão.

Tudo teve início 16 anos atrás, quando o comerciante e amigo Cláudio Lameiro compartilhou com o dentista Daniel Hollaender, filho de alemães, sua intenção de deixar o negócio que tocava dentro do Mercado Municipal de Santo Amaro. Já na época a loja tinha sido batizada de Penedo, uma referência à admiração pessoal pela cidade que leva o mesmo nome e que fica localizada no Rio de Janeiro.

De executivo a empreendedor, Daniel encarou o novo desafio passando a ser um fornecedor de produtos alimentícios influente na comunidade alemã local, que buscava oferecer alimentos típicos, como pães, salsichas, embutidos e frios. Com o passar dos anos, algumas adaptações foram acontecendo, todas elas sempre focadas no desejo dos clientes que Daniel faz questão de ter e conservar. “Qualidade superior, produtos exclusivos com preços justos e um atendimento personalizado, onde os clientes são atendidos pelo nome.”

Importante ressaltar que nada disso seria possível sem o precioso apoio da família de Daniel: a esposa Regina, sua filha Débora e a recém-chegada neta Alice, além – claro – das saudosas recordações de seus pais (dona Vera e senhor Ari), de sua sobrinha Aline, de seus irmãos Arnon, Uri e Evelyn e de seus preciosos amigos Egídio Maturo, dona Neide e Sérgio Chaia.

Como nenhum negócio sobrevive sozinho, há que citar ainda as valorosas colaboradoras que acolhem os fiéis clientes da Penedo: Márcia Camargo, há 4 anos na loja, e Elvira Batista, que está na casa desde o início e hoje também empreende seu próprio negócio em sociedade com Thomas Huppert, da padaria Hannover, um dos principais fornecedores de pães da Penedo.

Venha você também conhecer de perto um pouco mais da nossa história!

Seja bem-vindo! Willkommen!